Sobre Assessoria de Comunicação Casa de Ismael

A Assessora de Comunicação da Casa de Ismael - Lar da Criança é responsável pela redação, edição, editoração e publicação das matérias constantes neste site e nos canais das redes sociais.

Urgente! Oportunidades de emprego!

A Casa de Ismael está contratando profissionais! São 55 vagas, ao todo, para a sede, na Asa Norte, e para o CEPI, em Sobradinho II.

Professores (Superior em Pedagogia)
Carga horária: 30 horas
07 vagas para Asa Norte
06 vagas para Sobradinho II

Monitores (Superior em Pedagogia)
Carga horária: 44 horas
18 vagas para Asa Norte
15 vagas para Sobradinho II

Nutricionista (Superior Nutrição)
Carga horária: 20 horas
1vaga para Asa Norte

S. Gerais (Fundamental)
Carga horária: 44 horas
2 vagas para Asa Norte
1 vagas para Sobradinho II

Cozinheiro (Fundamental)
Carga horária: 44 horas
1 vaga para Asa Norte
1 vaga para Sobradinho II

A. de Cozinha (Fundamental)
Carga horária: 44 horas
1 vaga para Asa Norte
1 vaga para Sobradinho II

Motorista (Fundamental)
Carga horária: 44 horas
1 vaga para Asa Norte

** Por medida de segurança, a remuneração será informada antes de iniciar a entrevista;

ATENÇÃO:

Os currículos devem ser entregues de 21/07 a 25/07, preferencialmente pelo e-mail rh@casadeismael.org ou pessoalmente, das 8h às 18h, na sede da Casa de Ismael (SGAN Qd 913, Conjunto G, Avenida W5 Norte)

A seleção dos currículos vai ser feita entre os dias 25/07 e 28/07, das 8h às 18h. Os candidatos selecionados vão ser comunicados no dia 3/08, a partir das 8h e devem se apresentar munidos dos documentos necessários para contratação no dia 4/08, das 8h às 18h.

Arraiá Sustentável no CEPI de Sobradinho

O Centro da Primeira Infância Flor de Lis, de Sobradinho, foi o primeiro a implantar o atual modelo de gestão das creches no DF e a Casa de Ismael está no projeto desde o início, quando o Centro foi inaugurado, em 2014. Por isso, é possível dizer, com propriedade, que lá, professores, funcionários, alunos, responsáveis e a comunidade como um todo fazem parte de uma grande família cujo objetivo maior é dar o melhor para as crianças.

E essa grande família aproveitou o Arraiá como tem que ser: com muita dança e alegria, num ambiente bem familiar. A festinha foi de graça pra toda a comunidade. E vale dizer: a criançada deu um show.

No CEPI, estudam 141 crianças de 4 meses a 6 anos. Esse é um espaço inteiramente dedicado ao primeiro contato delas com uma estrutura pedagógica. Por isso, algumas atividades que são desenvolvidas durante o ano são apresentadas com muito orgulho por alunos e professores em dias de festa, como nesse 1 de julho de 2017.

Os 32 funcionários se empenharam para fazer bonito. Além das barraquinhas de comida e das brincadeiras que contribuíram para que a tarde de sábado fosse animada e gostosa, todos se envolveram com o tema da festa – Arraiá da Sustentabilidade. Essa foi uma maneira de levar consciência ambiental não só para os alunos, mas para a comunidade em geral. Todo o resíduo de plástico e papel, gerado na festa, por exemplo, foi entregue a uma cooperativa de reciclagem da cidade, por meio de uma parceria que a escola fez. E os resíduos orgânicos serviram de adubo, feito na própria escola, para deixar o jardim ainda mais florido.

Entre as oito turmas que fizeram apresentações de dança, a do maternal II chamou a atenção porque todos, inclusive a professora Valdirene Alves de Araújo, estavam vestidos de roupas feitas por eles mesmos com materiais recicláveis.
A diretora pedagógica, Iara Farias, fez questão de destacar que toda a decoração também foi feita pelas crianças, que aproveitaram o material reciclável que a comunidade levou para a escola. “Estamos muito felizes de ver que o CEPI está sendo uma importante ferramenta de educação e integração da sociedade como um todo”, comentou.
Tudo isso faz parte de um contexto ainda maior – trabalhar a relação da criança com a natureza.  O Centro de Educação da Primeira Infância Flor de Lis, mais uma vez, mostrou que a educação é capaz de colorir uma comunidade inteira e espalhar alegria e conhecimento, como bem fizeram todos que participaram dessa grande festa.

Ganhadora do Nissan March sorteado na Ação entre amigos comprou 10 bilhetes

Em meio de dois mil bilhetes impressos, a ganhadora do carro sorteado na Ação entre amigos, pela Caixa Econômica Federal, comprou dez bilhetes. Iviane Guerra de Moura Nunes é servidora pública e, feliz da vida, contou que achava que não ia ganhar porque nunca tinha ganhado nem rifa de escola “quando recebi a ligação da Casa de Ismael contando que fui a ganhadora, nem acreditei, achei que fosse brincadeira”, disse Viviane já em posse do cheque no valor do carro Nissan March, e completou “vou hoje mesmo na concessionária”.

Ela recebeu o cheque das mãos do diretor financeiro da Casa de Ismael, Roberto Gomide Castanheira. Também estavam presentes o diretor da Infância e da Juventude, Antonio Brás de Almeida, e o diretor administrativo, Anderson Nunes Pereira. As coordenadoras de acolhimento, Vivian Queiroz, e do departamento pessoal, Elionai Santos , também fizeram questão de dar os parabéns à ganhadora que, assim como todos que participaram do terceiro ano em que a Ação entre amigos sorteia um carro, contribuiu com a manutenção da Casa de Ismael.

O valor arrecadado será usado para custear despesas da instituição, tais como reformas em geral, pagamento de serviços e materiais utilizados nos atendimentos aos assistidos e na manutenção da entidade, por isso, a Casa de Ismael agradece a todos que participaram.

Como parte das comemorações pelos 52 anos da Casa de Ismael – Lar da Criança, a entidade sorteou um Nissan March, modelo 4 portas, 1.0, ano 2016, zero quilômetro. Cada bilhete foi vendido por R$ 100 e deu direito a um cupom com cinco números concorrentes. Os participantes concorreram pela Loteria Federal da Caixa, no sorteio de 24 de junho de 2017.

 

 

Casa de Ismael recebe funcionários do STJ – eles doaram tempo e carinho aos acolhidos

Muitos emendaram a última sexta-feira com o feriado de Corpus Christi e tiraram o dia pra descanso. Mas alguns dos servidores do Superior Tribunal de Justiça escolheram a sexta-feira para doar um pouco de atenção e carinho para as crianças da Casa de Ismael.

Foi uma tarde bem especial. Como era dia de descanso pra muitos, a Casel que estava um pouco mais silenciosa que o normal, logo se encheu de alegria. Ao todo, dezoito servidores levaram brinquedos, cantaram, brincaram, dançaram, contaram histórias para as crianças e para as mães acolhidas na Casa.

O pessoal se dividiu. A Clécia, por exemplo, que faz parte do programa de inclusão de Síndrome de Down do STJ, aproveitou pra bater uma bolinha com os meninos da Casel. E olha que ela é boa no gol e na linha! “É bom brincar mesmo, viro criança junto!”, disse cheia de alegria num intervalo que durou segundos, porque, afinal, a brincadeira não parava não, nem pra conversar um pouquinho.

 

 

 

 

Todo tempo com as crianças foi bem aproveitado. Algumas servidoras do STJ se dedicaram aos bebês e às mães acolhidas na Casel. Elas aproveitaram para colocar em prática uma atividade chamada Shantala – que é um tipo de massagem aplicada em bebês, que os acalma, diminui as cólicas e dá mais tranquilidade e qualidade ao sono deles.
A Rubenite de Sousa Neta trabalha na assessoria de gestão sócio-ambiental do STJ. A pasta tem um projeto chamado STJ solidário, que desenvolve várias atividades para trabalhar a solidariedade em diferentes âmbitos, incluindo visitas em orfanatos, creches, sempre com uma proposta temática. Ela contou que essa foi a primeira vez que o projeto chegou à Casa de Ismael e que foi uma surpresa muito gratificante ver servidores que se dedicam ao trabalho e às famílias deles, usando parte de seu tempo para se entregar de todo coração àquele momento único com as crianças acolhidas na Casel. “O servidor entra em contato com a criança, olho a olho, corpo a corpo, com abraço, e nisso, quem está dando, tá recebendo”, explicou a servidora, que ainda completou:  “Porque, à medida que você projeta no outro coisas boas, você também está recebendo tanto ou mais. Isso é um fortalecimento de alma, de psiquê, de espírito”.

O dia ainda terminou com um lanche, que os servidores do STJ fizeram questão de servir para as crianças, e com uma oração, em que eles agradeceram a todos a oportunidade de estarem juntos. Foi como definiu a servidora do STJ , Alessandra Donato, que também estava conhecendo a Casa de Ismael pela primeira vez: “uma troca de amor”.